loading...

Organize sua vida em 4 passos

Um dos métodos mais eficazes para gestão de processos é, sem dúvidas, o Ciclo PDCA. Você já ouviu falar sobre ele? Não? Tudo bem! No artigo de hoje, iremos te ensinar como ele funciona e como você pode começar a usá-lo hoje mesmo para organizar suas finanças, sua rotina, seus planos e processos em geral.

 

Um dos métodos mais eficazes para gestão de processos é, sem dúvidas, o Ciclo PDCA. Você já ouviu falar sobre ele? Não? Tudo bem! No artigo de hoje, iremos te ensinar como ele funciona e como você pode começar a usá-lo hoje mesmo para organizar suas finanças, sua rotina, seus planos e processos em geral.

Vamos lá?

 

 

O Ciclo PDCA (também conhecido como SDCA) significa: Plan, Do, Check, Action. Método  criado em meados 1920, por Walter A. Shewhart; físico, engenheiro e estatístico estadunidense que ficou mundialmente conhecido como o “Pai da Estatística e Qualidade Total”. Seus conceitos, ideias e métodos foram adotados por potências em todo o mundo. E dentre todas as suas incríveis ideias e métodos, o  que mais popularizou tanto em ambientes corporativos, quanto em gestão de processos individuais e pessoais, foi o PDCA.

 

Um grande contribuinte para que se tornasse conhecido, foi William Edward Deming. Se lembra desse nome? Deming foi um dos gurus da gestão de qualidade. Foi ele quem ajudou a espalhar o conceito de Shewhart pelo mundo.  Esse é um dos motivos do Ciclo PDCA também ser mencionado em algumas regiões como “Ciclo Deming”.
 

Legal, né?
De fato, sua eficiência é incontestável.

O ciclo é dividido em exatos quatro passos. São eles:

 

 

 

1º Passo - Plan/Planejar:

 

Chegou a hora de colocar o método em prática. Comece com um bom planejamento. Esse é o seu primeiro grande passo. Ele será fator determinante para tudo o que está por vir. Vale a pena dedicar pelo menos 50% do seu prazo total, a desenvolver um bom planejamento. Dedique esse tempo a identificar problemas, analisar as principais causas, estabelecer metas… Alinhar o seu plano de ação como um todo. Lembre-se: faça um planejamento possível. Nada de estabelecer metas inatingíveis. Trabalhe sempre de possibilidades e realidade, tendo o seu objetivo bem definido.

 

2º Passo - Do/Fazer:

 

Quando o seu planejamento estiver completamente alinhado, pronto para ser posto em prática, é hora de fazê-lo. Nessa etapa, é importante selecionar bem os executores. Ou seja: quem irá te ajudar a colocar o seu plano em prática. Faça de acordo com o planejado. Seja educado, disciplinado e engajado. Importante: treine sua mente e as pessoas a sua volta para o sucesso, para que tenham ainda mais comprometimento ao executarem o plano de ação definido anteriormente. A propósito, dentro desse processo, um bom treinamento é ingrediente fundamental para uma boa execução.

  

 

3º Passo - Check/Checar:

 

A fase de checar, é basicamente a fase de analisar e comparar os resultados com o que fora planejado, fazer uma listagem dos efeitos secundários e verificar se haverá a continuação ou paralisação do processo.

É preciso ser realista sobre os erros cometidos, sobre o que poderia ter sido melhor. E principalmente: ter humildade para reconhecer se vale a pena continuar ou paralisar o processo.

Não desperdice tempo nessa etapa. Concentre-se em fazer uma checagem inteligente, rápida, sem colocar lupa sobre os problemas. Apenas passar a lupa e identificar onde está a ineficiência para tomar sua decisão final.

 

4º Passo - Act/Agir:

 

Essa última fase, é exatamente onde o “milagre do PDCA” acontece. Se for o momento, é hora de aplicar a Melhoria Contínua. Ou seja: se a meta foi atingida, é hora de manter o padrão. Se a meta não foi cumprida, é hora de agir sobre os indicadores/fatores que impossibilitaram o alcance.

 

Ao final de dessa fase, o ciclo se encerra ou dá-se continuidade, seguindo adiante para a fase de planejamento.

 

Prontinho.

Em quatro passos, você conseguirá gerenciar processos simples e complexos do seu cotidiano, relacionamentos, empresa... Tenha certeza que, havendo uma boa aplicação, boa disciplina e boa percepção, sem dúvidas, você colherá bons frutos.

 

Faça o teste e depois volta aqui para contar pra gente.

Redação: Thaís Lira